Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de setembro de 2019, 08h30

Jornalista protocola mandado de segurança no STF após ser bloqueado no Twitter por Bolsonaro

“O presidente usa a rede social como um canal oficial do governo e não pode fazer isso”, declarou o advogado responsável pelo caso

Foto: Reprodução/YouTube

O jornalista William de Lucca, do Brasil 247, protocolou um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) depois de ter sido bloqueado pelo presidente Jair Bolsonaro no Twitter, de acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

“O presidente usa a rede social como um canal oficial do governo e não pode fazer isso”, declarou o advogado Antonio Carlos Carvalho, responsável pelo caso.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

A medida tem como base decisão da Justiça dos Estados Unidos, que mandou Donald Trump desbloquear sete pessoas que ele tinha vetado em sua conta no Twitter.

O jornalista disse que foi bloqueado depois de ter comentado um post do presidente, com uma foto em que ele presta continência à bandeira dos EUA: “Você está bem preocupado com interesses externos, né?”, escreveu De Lucca.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum