Fórum Educação
31 de março de 2020, 21h27

Lideranças reagem a fala de Bolsonaro: “mentiroso e hipócrita”

Políticos, intelectuais e artistas criticaram pronunciamento do presidente e destacaram panelaços

Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

Lideranças políticas, intelectuais, jornalistas e artistas reagiram ao novo pronunciamento em cadeia nacional de Jair Bolsonaro sobre a pandemia do coronavírus, nesta terça-feira (31), em que o presidente voltou a mentir sobre declarações da Organização Mundial de Saúde para defender o fim do isolamento.

Fernando Haddad, do PT, voltou a pedir a saída do presidente. “Bolsonaro, você não é presidente mais. Na verdade, nunca foi. Saia enquanto há tempo, para você e para o Brasil!”, publicou Haddad, no Twitter. Guilherme Boulos, do PSOL, chamou o presidente de “mentiroso e hipócrita”, com “a cara de pau de dizer na TV que está preocupado com os camelôs, vendedores de churrasquinho e desempregados”, enquanto o governo demora para pagar o auxílio emergencial aprovado pelo Congresso.

Orlando Silva, do PCdoB, resume o pronunciamento do presidente em três falhas. “1) Falsificou a fala do diretor da OMS para legitimar a insanidade de quebra do isolamento. 2) Repisa medidas que foram tomadas APESAR dele. 3) Não diz o mais importante: Cadê a renda emergencial para os que têm fome?”, publicou o deputado federal.

Também no Twitter, o jornalista Luís Nassif afirmou que “Bolsonaro volta a erguer o circo dos horrores” ao mentir sobre a OMS e a cloriquina. O jornalista Ricardo Noblat disparou: “fake news ao vivo”. Chico Pinheiro, da TV Globo, foi na mesma linha e publicou durante o pronunciamento a mensagem “Governo de fake news”, também fazendo referência a distorção da fala da OMS. Já o jornalista Florestan Fernandes Jr destacou que o presidente “pediu penico” em busca de conciliação, mas que “agora é tarde”.

A cantora Maria Rita usou a mesma rede social para destacar os panelaços no Rio. Já Bruno Torturra suubiu o tom: “Verme. Tem um verme na presidência. Pai de vermes. Sustentado por outros vermes”. “Enrolou, enrolou, tentou ser mais polido e falou a mesma bosta que o precariado tem que trabalhar. Canalha”, resumiu a antropóloga Rosana Pinheiro-Machado, também no Twitter.

O jornalista Fabio Pannunzio também fez referiu as mentiras no discurso de Bolsonaro, com um vídeo dos protestos em São Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum