Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de março de 2020, 06h58

Mandetta mudou discurso sobre coronavírus após “papo reto” com Carlos Bolsonaro, diz jornalista

Sem cargo no governo, filho de Jair Bolsonaro tem comandado estratégia de comunicação sobre o coronavírus e foi responsável pelo desastroso pronunciamento do pai em rede nacional

Carlos Bolsonaro participa de reunião com governadores do Norte sobre a Covid-19 (Foto: Isac Nóbrega/PR)

A jornalista Bela Megale, em sua coluna no jornal O Globo nesta quinta-feira (26), afirma que a mudança do discurso do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ocorreu após um “papo reto” com o vereador Carlos Bolsonaro, filho 02 do presidente, que mesmo sem cargo no governo está comandando a estratégia de comunicação do governo frente à Covid-19.

A conversa teria ocorrido no domingo (22), quando Carluxo acompanhou o pai, Jair Bolsonaro, até o Ministério da Saúde para a videoconferência com os prefeitos. Na ocasião, ele teria tido uma conversa informal com o ministro, orientando sobre a comunicação de temas ligados ao coronavírus.

Horas depois, Mandetta teria sinalizado a mudança no discurso ao afirmar que será inviável manter todas as atividades do país completamente paradas durante todo o período da crise do coronavírus.

Nesta quarta-feira, Mandetta fez eco ao discurso de Bolsonaro e criticou os estados pela adoção da quarentena radicais, com paralisação generalizada.

Responsável pelo desastroso pronunciamento da noite da última terça-feira (24) e do vídeo em que Bolsonaro anuncia o uso da cloroquina no tratamento da Covid-19 nas redes sociais, Carlos Bolsonaro está atuando em tempo integral na estratégia do governo frente à Covid-19.

Ao lado do irmão, Flávio Bolsonaro, Carlos tem participado inclusive das reuniões do pai com os governadores estaduais. Ao jornal O Globo, o governo não respondeu qual o papel exercido pelo filho de Bolsonaro na presidência.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum