Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de setembro de 2019, 10h09

Mercado financeiro anuncia “risco Bolsonaro” e afugenta investidores do Brasil

A total falta de habilidade do governo em lidar com a crise ambiental paralisou a ação de grandes investidores estrangeiros

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Com a economia estagnada e perspectivas não muito animadoras no governo, o mercado financeiro já se apronta para o chamado “risco Bolsonaro”. As declarações públicas do presidente, especialmente seu posicionamento beligerante em relação a temas mundiais, como a questão ambiental, tem afugentado os investidores.

Apesar de apostarem na política econômica do ministro Paulo Guedes, a observação quase unânime é que as afirmações polêmicas de Bolsonaro têm atrapalhado.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

De acordo com reportagem do Valor, executivos estão incomodados com o comportamento do presidente: “Comitês de investimento e conselhos de administração de grandes fundos estão cada vez mais resistentes a alocar no Brasil por causa do que chamam de ‘retrocesso civilizatório’. Essa percepção se intensificou com os episódios da Amazônia e o caso da esposa do Macron”, diz um executivo.

Diálogo

“Esse tipo de conflito pode sim reduzir os investimentos no país. Acho que o presidente Bolsonaro ainda não entendeu que um governo precisa de um bom diálogo. É muito importante fazer isso de maneira cuidadosa”, avalia outro investidor.

A total falta de habilidade do governo em lidar com a crise ambiental paralisou a ação de grandes investidores estrangeiros, principalmente os que encampam os conceitos de boas práticas ambientais, sociais e de governança. A imagem do Brasil no exterior está muito desgastada.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum