O que o brasileiro pensa?
05 de setembro de 2019, 22h01

Mesmo com passaporte retido, Ronaldinho Gaúcho é nomeado por Bolsonaro como embaixador do turismo

O ex-jogador foi condenado por crimes ambientais e, como embaixador do Turismo, deveria atrair turistas para o Brasil; atleta, no entanto, não pode sair do país

Bolsonaro com Ronaldinho e o irmão, Assis (Foto: Divulgação/PR)

O governo Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (5) mais um embaixador do turismo da Embratur e, mais uma vez, o escolhido vem acompanhado de problemas. O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi o convocado da vez para atuar na missão de atrair turistas estrangeiros para o Brasil, mas ele não pode visitar países que exijam passaporte porque teve o dele retido.

Anunciado como novo garoto propaganda do turismo brasileiro no exterior, o ex-atacante teve os passaportes confiscados pela Justiça do Rio Grande do Sul por conta de danos causados ao meio ambiente que ainda não foram compensados.

Ele e o irmão, Assis, construíram um trapiche com plataforma de pesca e atracadouro ilegalmente no rio Guaíba, em Porto Alegre. A área é de preservação permanente e a obra não teve licenciamento ambiental.

Ronaldinho se junta à dupla Bruno e Marrone, ao jiu-jiteiro Renzo Gracie e ao biólogo Richard Rasmussen. Assim como o ex-jogador, Rasmussen não possui uma boa relação com o meio ambiente: ele é acusado de crimes ambientais e tráfico de animais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum