Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de setembro de 2019, 22h01

Mesmo com passaporte retido, Ronaldinho Gaúcho é nomeado por Bolsonaro como embaixador do turismo

O ex-jogador foi condenado por crimes ambientais e, como embaixador do Turismo, deveria atrair turistas para o Brasil; atleta, no entanto, não pode sair do país

Bolsonaro com Ronaldinho e o irmão, Assis (Foto: Divulgação/PR)

O governo Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (5) mais um embaixador do turismo da Embratur e, mais uma vez, o escolhido vem acompanhado de problemas. O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi o convocado da vez para atuar na missão de atrair turistas estrangeiros para o Brasil, mas ele não pode visitar países que exijam passaporte porque teve o dele retido.

Anunciado como novo garoto propaganda do turismo brasileiro no exterior, o ex-atacante teve os passaportes confiscados pela Justiça do Rio Grande do Sul por conta de danos causados ao meio ambiente que ainda não foram compensados.

Ele e o irmão, Assis, construíram um trapiche com plataforma de pesca e atracadouro ilegalmente no rio Guaíba, em Porto Alegre. A área é de preservação permanente e a obra não teve licenciamento ambiental.

Ronaldinho se junta à dupla Bruno e Marrone, ao jiu-jiteiro Renzo Gracie e ao biólogo Richard Rasmussen. Assim como o ex-jogador, Rasmussen não possui uma boa relação com o meio ambiente: ele é acusado de crimes ambientais e tráfico de animais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum