Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de setembro de 2019, 06h24

Mesmo humilhado, Moro mantém aprovação no Datafolha e desafia Bolsonaro

Popularidade está sendo usada por Moro para se segurar no cargo, diante dos ataques constantes de Bolsonaro, que já vê o ex-juiz como adversário na disputa presidencial de 2022

Bolsonaro e Moro assistem a jogo do Flamengo no estádio Mané Garrincha (Reprodução/Twitter)

Disposto a enfrentar a humilhação que vem sendo submetido calado, o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, ganhou um novo álibi para manter-se ao cargo, desafiando Jair Bolsonaro com seus alto índice de aprovação que, segundo o Datafolha, supera em 25 pontos a popularidade do chefe.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (5), entre os que afirmam conhecer Moro, 54% avaliam sua gestão à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública como ótima ou boa. Outros 24% a consideram regular, e 20%, ruim ou péssima — 2% não responderam.

Na mesma pesquisa, Bolsonaro registrou uma queda vertiginosa no índice de reprovação, sendo considerado ruim ou péssimo por 38% dos entrevistados. Apenas 29% ainda aprovam o governo dele e 30% consideram regular.

Adversário nas eleições
A popularidade está sendo usada por Moro para se segurar no cargo, diante dos ataques constantes de Bolsonaro, que já vê o ex-juiz como adversário na disputa presidencial de 2022.

O processo de fritura de Moro se intensificou após bate-boca com o chefe no final de julho, após o ministro fazer um périplo pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a revisão sobre a decisão de Dias Toffoli, presidente da Corte, de restringir a atuação do então Coaf – atual Unidade de Inteligência Financeira (UIF) – a pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), atingindo em cheio o caso Queiroz.

Moro decidiu, então, aguardar a demissão calado, esperando que o desgaste por sua saída seja creditado ainda mais na parca popularidade de Bolsonaro. Na cúpula da Polícia Federal, alçada pelo ex-juiz, o palpite já é que Moro deveria deixar a pasta diante de tamanha humilhação que vem sofrendo.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum