Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de agosto de 2019, 07h33

Ministro da Educação, Weintraub escreve duas vezes paralisação com ‘z’ em ofício

O documento alerta que o corte de recursos no orçamento de 2020 previsto para o Ministério é insuficiente até mesmo para compra de livros e pode levar à interrupção das atividades em universidades públicas

Bolsonaro e Weintraub - Foto: Reprodução

Após trocar o escritor Franz Kafka pelo prato árabe kafta e protagonizar uma série de gafes públicas, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu duas vezes a palavra paralisação usando a letra z em ofício endereçado ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo desta quinta-feira (29), o ofício alerta que o corte de recursos no orçamento de 2020 previsto para o Ministério é insuficiente até mesmo para compra de livros e pode levar à interrupção das atividades em universidades públicas.

“O referencial monetário apresentado ao MEC impossibilita a destinação de menos da metade do orçamento que as universidades e institutos possuem atualmente. Com isso, haverá a paralização (sic) de cursos, campi e possivelmente instituições inteiras, comprometendo a educação superior e a educação profissional e tecnológica (EPT)”, afirma o ministro na página 6.

Outra queixa de Weintraub, é que o corto no orçamento vai afetar diretamente as pesquisas brasileiras.

“Com a redução de bolsistas de mestrado e doutorado, há paralização (sic) de pesquisas e risco de evasão de pesquisadores para atuação no exterior, comprometendo o desenvolvimento da ciência e tecnologia no país”, alerta o ministro na página 4 do ofício, de 15 de agosto deste ano.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum