Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de setembro de 2019, 11h36

Ministro Marcos Pontes é internado às pressas em Brasília

Motivo da internação ainda não foi informado. Marcos Pontes era aguardado na manhã desta quinta para audiência na Comissão de Meio Ambiente da Câmara

Ministro Marcos Pontes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, foi internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Não há informações sobre os motivos da internação e nem se o ministro foi internado na noite desta quarta-feira (11) ou na manhã desta quinta-feira (12).

Segundo informações de Andréia Sadi, da Globo, o ministro teria enviado uma mensagem por whatsapp a ela informando que não se trata de “infarto”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Estou no hospital, mas não preciso ficar internado por ora”, escreveu o ministro em mensagem enviada à jornalista. “Nada de infarto. Ontem (quarta) não passei bem à tarde e me escalaram para fazer consultas e exames hoje (quinta).”

Marcos Pontes era aguardado na manhã desta quinta para audiência na Comissão de Meio Ambiente da Câmara. A notícia da internação foi dada pelo deputado que presidia a mesa, Rodrigo Agostinho (PSB-SP). Ele afirmou: “Nós estamos com um problema, o ministro Marcos Pontes foi internado no Hospital das Forças Armadas por um problema de saúde. Nós estamos aqui com a equipe técnica do ministério”.

A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) disse ainda que Pontes teve um “mal súbito”. “Nós sabemos que foi um motivo de força maior a não vinda do ministro. Um mal súbito, que o ministro inclusive está internado. Estimamos que o ministro melhore o mais rápido possível”.

 

Reportagem atualizada às 11h48 com informações do portal G1


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum