O que o brasileiro pensa?
28 de maio de 2020, 12h17

Mourão sobre golpe prenunciado por Eduardo “Bananinha”: “Me poupe”

Segundo o vice-presidente, o que há no momento um "estresse permanente" entre poderes, ressaltando que as Forças Armadas não entrarão em um novo golpe no Brasil

Eduardo Bolsonaro e Hamilton Mourão (Montagem)

O vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), voltou a ironizar o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Sem Partido-SP), que nesta quarta-feira (27), ao lado de Olavo de Carvalho, defendeu uma “reação enérgica” contra o Supremo Tribunal Federal (STF) em razão da operação desencadeada pela PF contra a milícia digital que propaga fake news para defender o pai, Jair Bolsonaro.

Leia também: Eduardo Bolsonaro prenuncia censura à imprensa em “futuro que se avizinha”

“Me poupe. Ele é deputado, ele fala o que quiser. Assim como um deputado do PT fala o que quiser e ninguém diz que é golpe. Ele não serviu Exército. Quem vai fechar Congresso? Fora de cogitação, não existe situação para isso”, afirmou Mourão ao blog da jornalista Andreia Sadi, no portal G1.

Em março, usou a mesma ironia, chamando o filho de Jair Bolsonaro de “Eduardo Bananhinha”, após declarações do deputado que causaram uma crise diplomática com a China.

“O Eduardo Bolsonaro é um deputado. Se o sobrenome dele fosse Eduardo Bananinha, não era problema nenhum. Só por causa do sobrenome. Ele não representa o governo”, disse Mourão à época.

Segundo o vice-presidente, o que há no momento um “estresse permanente” entre poderes, ressaltando que as Forças Armadas não entrarão em um novo golpe no Brasil.

“Quem é que vai dar golpe? As Forças Armadas? Que que é isso, estamos no século 19? A turma não entendeu. O que existe hoje é um estresse permanente entre os poderes. Eu não falo pelas Forças Armadas, mas sou general da reserva, conheço as Forças Armadas: não vejo motivo algum para golpe”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum