Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de julho de 2019, 09h30

Nos bastidores, Ernesto Araújo mostra desconforto com indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada, diz jornalista

Em conversas mais restritas com jornalistas, o ministro das Relações Exteriores não demonstra o mesmo entusiamo que esboçou diante das câmeras para defender Eduardo Bolsonaro

Foto: Arthur Max/MRE

Apesar de declarar publicamente que possível nomeação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil no EUA seria boa para o Itamaraty e que não haveria nepotismo, Ernesto Araújo, fora dos gravadores, tem se mostrado insatisfeito com o caso.

Segundo o repórter Gabriel Mascarenhas, do O Globo, em conversas mais restritas com jornalistas, o ministro das Relações Exteriores não demonstra o mesmo entusiamo que esboçou diante das câmeras quando saiu em defesa de Eduardo e se limita a dizer que “a escolha é uma legítima prerrogativa do seu chefe”.

O desânimo de Araújo pode ter origem em duas situações em que a figura do aspirante a embaixador se sobrepôs à do chanceler brasileiro. A primeira foi em março, quando Araújo deu um chilique por causa da participação de Eduardo em encontro privado de Jair com Donald Trump.

A outra possível tensão entre os dois pode ser uma declaração do presidente de que poderia tirar Araújo e colocar Eduardo no lugar sem nenhum problema. “Eu posso chegar hoje e falar: Ernesto Araújo está fora, o Eduardo Bolsonaro vai ser ministro das Relações Exteriores. Ele vai ter sob seu comando, mais de uma centena de embaixadas no mundo todo”, disse Bolsonaro.

Veja também:  Na TV, Macron promete mobilizar G7 contra incêndios na Amazônia e alfineta Bolsonaro: "Porque nós somos amazonenses"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum