Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de setembro de 2019, 09h16

Nos EUA, Eduardo Bolsonaro paga US$ 1 mil em almoço e foge pela cozinha para escapar da imprensa

Conforme um dos funcionários do restaurante, Eduardo afirmou que era “filho do presidente do Brasil” para justificar o uso da saída alternativa

Foto: Reprodução/Youtube

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), que deve ser o próximo embaixador brasileiro em Washington, nos Estados Unidos, esteve na última semana em viagem à capital norte-americana.

De prático a viagem não trouxe nada para o Brasil. No entanto, o filho do presidente tentou uma selfie com Donald Trump e gastou US$ 1 mil, o equivalente a R$ 4.150,00, em um almoço.

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, das 33 horas em que passou em Washington, a comitiva de Eduardo ficou duas na Casa Branca, em conversas com integrantes do Conselho de Segurança Nacional dos EUA e à espera do encontro com Trump.

Passeios

O restante do tempo, Eduardo, seus auxiliares e Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores, passearam e almoçaram em uma sala reservada de um dos restaurantes à beira do canal que leva ao rio Potomac.

Ao final, saíram pela porta da cozinha, nos fundos, com o objetivo de despistar os jornalistas. Conforme um dos funcionários do local, Eduardo afirmou que era “filho do presidente do Brasil” para justificar o uso da saída alternativa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum