Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de agosto de 2019, 22h13

Oposição anuncia obstrução à votação da LDO por cortes na Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia

PT e PDT anunciaram que não vão votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) até que o governo cumpra com acordo feito em junho e destine os recursos prometidos para Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia, além de programas sociais

Foto: Lula Marques/PT na Câmara

Membros do PT e do PDT da Comissão Mista de Orçamento (CMO) anunciaram nesta terça-feira (6) que não vão votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), prevista para quarta-feira (7), enquanto o governo não cumprir o que foi acordado em junho, quando os partidos retiraram pedido de obstrução à votação de crédito suplementar de R$ 248 bilhões para a União.

Segundo os partidos, o governo havia prometido destinar parcela desse dinheiro para reconstituir o orçamento dos ministérios da Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia, além de destinar recursos para a Transposição do Rio São Francisco e pagamento de dívidas do programa Minha Casa, Minha Vida. “Isso não aconteceu, por isso, estamos em obstrução, não votaremos o relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)”, declarou Nelson Pelegrino (PT-BA), coordenador da bancada do partido na CMO.

“O governo não honrou o acordo, não cumpriu a sua palavra. A Oposição está se sentindo traída. Recentemente foi anunciada a paralisação das obras do Minha Casa, Minha Vida, por falta de pagamento. A transposição do Rio São Francisco, do Nordeste, está sem pagamento, as universidades começam a anunciar que não têm dinheiro para pagar suas contas até o final de agosto, assim como o setor de ciência e tecnologia”, denunciou Pelegrino.

Veja também:  Esquerda se divide e acordo para exploração comercial de Alcântara é aprovado em comissão

André Figueiredo (PDT-CE) também afirmou que o partido só vota o projeto se for cumprido o prometido. “Só votaremos a LDO quanto cumprirem o que foi prometido, liberando recursos das Universidades Públicas, Transposição do São Francisco e da Ciência e Tecnologia. Governo não cumpre palavra”, publicou em seu Twitter.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum