Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de julho de 2019, 11h28

Oposição pede à PGR investigação sobre uso de helicóptero da FAB por parentes de Bolsonaro

GSI alegou razões de segurança para o transporte de parentes de Bolsonaro, já que o trajeto do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, para a Zona Sul, passaria por "comunidades perigosas"

Foto: Reprodução

O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição, vai pedir à Procuradoria-Geral da República (PGR) a abertura de investigação sobre o uso de um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) para transportar parentes de Jair Bolsonaro ao casamento do filho. Eduardo Bolsonaro casou no dia 25 de maio, em uma casa de festas em Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, com cerimônia para cerca de 150 convidados (assista ao vídeo).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo reportagem de Guilherme Amado, na revista Época deste sábado (27), o pedido de investigação também solicitará a punição do responsável pelo ato e a cobrança do ressarcimento aos cofres públicos.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) confirmou que o voo foi autorizado pelo Planalto, e alegou razões de segurança, já que o trajeto do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, para a Zona Sul, passaria por “comunidades perigosas”.

Nesta sexta-feira (26), Bolsonaro se irritou quando perguntado por jornalistas sobre a questão. “Com licença, estou numa solenidade militar, tem familiares meus aqui, eu prefiro vê-los do que responder uma pergunta idiota para você. Tá respondido? Próxima pergunta”, disse, antes de abandonar a entrevista.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum