Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de julho de 2019, 22h18

PF indicia assessores do ministro do Turismo de Bolsonaro e quatro candidatas no laranjal do PSL

Todos responderão por crimes de falsidade ideológica eleitoral, emprego ilícito do fundo eleitoral e associação criminosa

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) indiciou, nesta segunda-feira (1), os dois assessores e o ex-assessor do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Todos tinham sido presos na operação Sufrágio Ostentação. Também foram indiciadas quatro candidatas a deputada estadual e federal, suspeitas de terem sido usadas como laranjas pelo PSL de Minas Gerais.

Os indiciados por crimes de falsidade ideológica eleitoral, emprego ilícito do fundo eleitoral e associação criminosa são: assessor especial do ministro, Mateus Von Rondon; Roberto Silva Soares, mais conhecido como Robertinho, que foi um dos coordenadores da campanha de Marcelo Álvaro Antônio à Câmara dos Deputados, em 2018; e Haissander Souza de Paula, ex-assessor do ministro; além das candidatas Lilian Bernardino, Naftali Tamar, Débora Gomes e Camila Fernandes.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Os dois assessores e o ex-assessor do ministro foram soltos, pois como a prisão era temporária, ou seja, válida por cinco dias, o juiz optou por não renovar.

O Ministério do Turismo divulgou uma nota, na qual informou que “vai abrir um processo administrativo resguardando o direito de ampla defesa e do contraditório ao servidor como determina a lei. Importante ressaltar que o servidor responde a suspeitas de eventuais irregularidades eleitorais em 2018, sem qualquer vínculo com a atividade que desempenha no Ministério do Turismo”.

Também em nota, a assessoria de Mateus Von Rondon disse que ele nunca respondeu a um processo judicial e segue convicto de que ficará provado que sempre agiu conforme a lei. “Causou estranheza a prisão do cliente apenas para prestar depoimento sendo que ele tem residência e trabalhos fixos”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum