Planalto se recusa a revelar quem é o médico que trata Bolsonaro e administra cloroquina

Deputado do PT já avisou que vai denunciar Bolsonaro na PGR por fazer propaganda e gastar dinheiro público com medicamento desautorizado pela OMS contra o coronavírus

Apesar de fazer propaganda da cloroquina e afirmar que boa parte da classe médica no Brasil defende, em silêncio, o uso da substância, o presidente Jair Bolsonaro se recusa a revelar o nome do médico que está o acompanhando em seu tratamento contra a Covid-19.

Na última terça-feira (7), o capitão da reserva anunciou que estava com coronavírus e que está se tratando com cloroquina, e apresentando resultados supostamente satisfatórios. Questionado pela coluna Painel, da Folha de S. Paulo, sobre quem é o profissional que receitou cloroquina a Bolsonaro, o Palácio do Planalto se recusou a responder.

A substância, que já vem sendo banida em inúmeros países no tratamento do coronavírus, não têm sua eficácia comprovada contra a doença, causa inúmeros efeitos colaterais e foi desautorizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mesmo assim, o governo brasileiro gastou R$1,5 milhão para a produção do medicamento.

Improbidade e charlatanismo

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) anunciou neste domingo (12), através de sua conta no Twitter, que protocolará na procuradoria-geral da República uma denúncia contra o presidente Jair Bolsonaro por improbidade administrativa e charlatanismo.

O petista argumenta que o presidente faz propaganda enganosa da cloroquina e desperdiçou de dinheiro público, já que, a mando do governo, o Exército gastou R$1,5 milhão para a produção do medicamento que não tem eficácia comprovada contra a Covid-19.

“Amanhã protocolo na PGR denúncia contra Bolsonaro por improbidade administrativa e charlatanismo: iludir o povo prometendo cura via remédio sem eficácia científica e com efeitos colaterais graves. E por levar a enriquecimento de amigos e desperdício de dinheiro público”, escreveu o deputado, junto a um vídeo que relembra a defesa que Bolsonaro faz da cloroquina e a postura negligente do presidente com relação à pandemia.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR