Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de agosto de 2019, 17h48

Possível candidata à prefeitura de SP, Joice ironiza Bruno Covas: “minha mãe também é bacana, e nem por isso serve para ser prefeita”

Em evento do PSL, Joice ainda descreveu o presidente Jair Bolsonaro como um homem "com maus modos e bons preceitos" e o chamou de "brucutu honesto"

Foto: Reprodução/Youtube

Neste sábado (17), em evento do PSL em Barueri, na Grande São Paulo, a deputada federal e possível candidata à prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann (PSL), criticou o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) e o chamou “cavalo de troia”. Sem economizar nos ataques, a deputada lembrou que Bruno assumiu o cargo por conta do afastamento de João Doria. “Ninguém votou no Bruno. É um cara bacana, gente boa, gente fina, festeiro, gosta de academia. Mas minha mãe também é bacana, e nem por isso serve para ser prefeita”, ironizou.

O governador João Doria também não escapou das alfinetadas. Mesmo sendo chamado de “amigo”, a deputada não deixou de mencionar a rejeição enfrentada por ele ao sair da prefeitura após 15 meses. “A gente já viu que o pessoal de São Paulo não gosta muito quando alguém abandona no meio do caminho o cargo”, disse.

No entanto, a parlamentar também precisaria largar o mandato no meio se fosse eleita na prefeitura de SP. Ao ser questionada sobre essa possibilidade, Joice disse que garante ser “boa de trabalho” e que vai fazer “oito anos em um ano”.

No discurso da deputada, Bolsonaro foi elogiado e o PT foi atacado, com declarações sobre “varrer a esquerda do país”, no estilo das já proferidas pelo presidente. Joice ainda descreveu o presidente como um homem “com maus modos e bons preceitos” e o chamou de “brucutu honesto”.

“De vez em quando, ele fala umas bobagens. E daí? Eu quero que ele não roube o meu país, é isso que eu quero. Eu não quero um educadinho, um mauricinho ladrão. Eu prefiro, de vez em quando, um brucutu, mas que seja honesto, decente e trabalhe pelo meu país”, disse a deputada, sob aplausos. “Deixa o presidente falar o que ele quiser. ‘Ah, mas ele falou palavrão.’ E daí, porra? Aqui é Bolsonaro, porra!”, exclamou.

Com informações de Folha de S. Paulo.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum