Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de agosto de 2019, 17h48

Possível candidata à prefeitura de SP, Joice ironiza Bruno Covas: “minha mãe também é bacana, e nem por isso serve para ser prefeita”

Em evento do PSL, Joice ainda descreveu o presidente Jair Bolsonaro como um homem "com maus modos e bons preceitos" e o chamou de "brucutu honesto"

Foto: Reprodução/Youtube

Neste sábado (17), em evento do PSL em Barueri, na Grande São Paulo, a deputada federal e possível candidata à prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann (PSL), criticou o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) e o chamou “cavalo de troia”. Sem economizar nos ataques, a deputada lembrou que Bruno assumiu o cargo por conta do afastamento de João Doria. “Ninguém votou no Bruno. É um cara bacana, gente boa, gente fina, festeiro, gosta de academia. Mas minha mãe também é bacana, e nem por isso serve para ser prefeita”, ironizou.

O governador João Doria também não escapou das alfinetadas. Mesmo sendo chamado de “amigo”, a deputada não deixou de mencionar a rejeição enfrentada por ele ao sair da prefeitura após 15 meses. “A gente já viu que o pessoal de São Paulo não gosta muito quando alguém abandona no meio do caminho o cargo”, disse.

No entanto, a parlamentar também precisaria largar o mandato no meio se fosse eleita na prefeitura de SP. Ao ser questionada sobre essa possibilidade, Joice disse que garante ser “boa de trabalho” e que vai fazer “oito anos em um ano”.

No discurso da deputada, Bolsonaro foi elogiado e o PT foi atacado, com declarações sobre “varrer a esquerda do país”, no estilo das já proferidas pelo presidente. Joice ainda descreveu o presidente como um homem “com maus modos e bons preceitos” e o chamou de “brucutu honesto”.

“De vez em quando, ele fala umas bobagens. E daí? Eu quero que ele não roube o meu país, é isso que eu quero. Eu não quero um educadinho, um mauricinho ladrão. Eu prefiro, de vez em quando, um brucutu, mas que seja honesto, decente e trabalhe pelo meu país”, disse a deputada, sob aplausos. “Deixa o presidente falar o que ele quiser. ‘Ah, mas ele falou palavrão.’ E daí, porra? Aqui é Bolsonaro, porra!”, exclamou.

Com informações de Folha de S. Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum