Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de setembro de 2019, 09h28

Presidente do PSL diz que Léo Índio teve “escolta da Presidência da República” em visita à Paraíba

Liderança do partido na cidade de Sousa enviou e-mail ao gabinete de Carlos Bolsonaro para questionar sobre o papel do seu primo no governo federal

Os primos Léo Índio e Carlos Bolsonaro - Foto: Reprodução/Instagram

Léo Índio, assessor do senador Chico Rodrigues, do DEM de Roraima, provocou questionamentos de integrantes do PSL, partido de Jair Bolsonaro. Índio fez uma visita à Paraíba, no último final de semana, para encontrar lideranças da direita paraibana, de acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, na Época.

“Neste fim de semana, o senhor Léo Índio esteve aqui em nossa cidade dizendo que era primo do presidente Jair Bolsonaro, primo de Carlos, Flávio, Eduardo. Falou que tem muito prestígio, inclusive, estava falando que estava com escolta da Polícia Federal. Disse que era escolta da Presidência da República. Peço ajuda de vocês para que possamos divulgar na imprensa de Sousa e em toda a Paraíba sobre a ligação desse senhor com a família Bolsonaro”, declarou Esdras Nascimento, presidente do PSL do município de Sousa.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Na última segunda-feira (2), Nascimento enviou um e-mail ao gabinete de Carlos Bolsonaro para questionar sobre o papel do seu primo no governo federal.

“Sem ingerência”

O gabinete do filho do presidente respondeu na terça (3): “Esclareço que, de fato, o sr. Leonardo é primo dos filhos do presidente da República Jair Messias Bolsonaro, todavia esclareço que ele não tem nenhuma ingerência no atual governo”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum