Fórumcast #19
14 de agosto de 2019, 15h23

Preterido por Macri após primárias na Argentina, Bolsonaro diz que “bandidos de esquerda” estão voltando

Em visita ao Piauí, o presidente voltou a atacar Alberto Fernández e Cristina Kirchner, vencedores das primárias argentinas

Foto: Arquivo/PR

Jair Bolsonaro foi ao ataque novamente contra a oposição argentina. O brasileiro sempre se definiu como amigo do atual presidente, Mauricio Macri, porém, vê o antigo aliado se descolar dele, em função do péssimo resultado nas prévias do último domingo (11).

Mesmo assim, Bolsonaro declarou, nesta quarta-feira (14), em visita a Parnaíba, no Piauí, que “bandidos de esquerda” estão voltando ao poder na Argentina. Ele se referiu a Alberto Fernández e Cristina Kirchner, respectivamente candidatos e presidente e vice na chapa vencedora das primárias.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Olha o que está acontecendo com a Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque, nas primárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, disse.

“Turma vermelha”

Bolsonaro afirmou, ainda, que vai trabalhar para “varrer a turma vermelha” do Brasil e derrotar “a corrupção e o comunismo” nas eleições de 2022.

Ele discursou de uma sacada do aeroporto para apoiadores, que gritavam “fora PT” e “a nossa bandeira jamais será vermelha”.

Veja também:  Caso Adélio: Delegado da PF diz que Bolsonaro só ficaria satisfeito se investigação culpasse Jean Wyllys

Na sequência, foi para o centro da cidade inaugurar uma escola do Sesc que se chamará Escola Presidente Jair Messias Bolsonaro.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum