#Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de outubro de 2019, 07h27

PSL omitiu despesas com campanha de Bolsonaro e cometeu crime eleitoral, diz reportagem

Uma das empresas beneficiadas pelo partido foi criada por ex-assessor da família Bolsonaro na Câmara dos Deputados, que teria sido contratada para propagar mensagens da campanha em grupos de WhatsApp

Bolsonaro e Luciano Bivar, presidente do PSL (Reprodução)

Reportagem do portal Vortex divulgada nesta segunda-feira (21) revela documentos que comprovariam que Jair Bolsonaro teria usado dinheiro do fundo partidário do PSL para bancar sua campanha à presidência. Caso comprovado, o esquema pode ser tratado como crime eleitoral.

Segundo a reportagem investigativa, produzida por Gabriela Sá Pessoa, Wilson Lima, Teo Cury e Lucas Lago, pelo menos R$ 915,4 mil do dinheiro do PSL foram repassados a cinco empresas que relataram ter trabalhado para a campanha de Bolsonaro.

O caixa oculto elevaria em até 37% os gastos declarados por Bolsonaro na campanha. Em vez de R$ 2,45 milhões, ela poderia ter custado R$ 3,3 milhões.

Entre os gastos não contabilizados, estaria o pagamento de serviços de disparo de WhatsApp, que foi usado para propagar fake news em benefício da candidatura de Bolsonaro.

O contrato teria sido feito com a empresa Ideia Marketing, cujo dono, Érico Filipe de Mello e Costa, atuou como assessor da família Bolsonaro durante 14 anos na Câmara dos deputados.

A empresa foi aberta menos de um mês depois de ele deixar o cargo que ocupou no gabinete de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de 2016 a 2018. Antes disso, trabalhou por mais de 11 anos no gabinete de Jair Bolsonaro, de novembro de 2004 a março de 2016.

Segundo a reportagem, as notas fiscais emitidas pela empresa são sequenciais – o que indica que o PSL seria o único cliente. Nos relatórios, a Ideia Marketing afirma que angariou informações de “mais de 100 mil cadastrados para o uso de marketing digital para a campanha política” e que disparou mensagens de WhatsApp “para grupos de apoiadores em todo o Brasil” com vídeos de Jair Bolsonaro.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum