Renan Bolsonaro publica vídeo de armas e ameaça: “Aloooo CPI”; veja vídeo

Jair Renan gravou o vídeo em uma loja de equipamentos de pesca e camping, que também vende armas para os chamados CACs (caçadores, atiradores e colecionadores), beneficiados pela política armamentista de Bolsonaro

Cinco dias após a CPI da Covid aprovar a convocação de sua mãe, Ana Cristina Siqueira Valle, o filho 04 de Jair Bolsonaro (Sem partido), Jair Renan Bolsonaro, mandou um recado para a comissão.

Em publicação nesta segunda-feira (20) nos stories de seu instagram durante visita a uma loja de caça e pesca – que vende armamentos -, Renan mostra uma caixa repleta de armas. No storie, ele escreveu: “Aloooo CPI”, seguido de “kkkkk”, gargalhada em linguagem das redes.

“Brinquedo”, mostra ele rapidamente, em suposta brincadeira com homens que estão armados em uma das salas da loja identificada como “Tubarão Center”, de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Além de equipamentos de pesca, camping e mergulho, a loja vende “armas de fogo, airsoft e carabinas de pressão”.

No primeiro vídeo na loja, Renan aparece com um boné onde está escrito “make Brazil great again”, uma adaptação do slogan da campanha de Donald Trump nos EUA – veja os dois vídeos ao final da reportagem.

Ana Cristina na CPI

Segunda mulher de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle foi convocada na CPI do Genocídio para esclarecer suposto envolvimento com o lobista Marconny Albernaz. Ela também é investigada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por ser responsável pela instalação de esquema de rachadinhas nos gabinetes de Carlos e Flávio Bolsonaro.

Em seu depoimento, Albernaz afirmou que fez a festa de seu aniversário, em dezembro do ano passado, no camarote de Renan Bolsonaro no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Marconny teria atuado como lobista para a Precisa Medicamentos na negociação sobre a compra da vacina indiana Covaxin junto ao Ministério da Saúde. Em depoimento, ele confirmou que tinha uma relação de amizade com Jair Renan Bolsonaro e que teria conhecido Ana Cristina através dele.

Publicidade

Mensagens obtidas pela CPI mostram que Ana Cristina teria trabalhado pela nomeação de figuras indicadas por Marconny no Governo Federal. O lobista integrava movimentos de direita “anticorrupção”, como o Vem Pra Rua. “Ana Cristina Bolsonaro participa, encaminha currículos de pessoas indicadas pelo Sr. Marconny para ocupar cargos no Governo Federal. Essas pessoas depois têm tratativas com o Sr. Marconny”, destacou Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice da CPI.

Veja os vídeos:

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR