Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de janeiro de 2020, 11h03

“Se pudesse privatizar hoje, privatizaria”, diz Bolsonaro sobre Correios

Bolsonaro ainda criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que transferiu para o Congresso a palavra final sobre privatização das chamadas "empresas-mãe"

Bolsonaro com Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni (Foto: Carolina Antunes/PR)

Em sua sanha privatista, que tomou forma durante a campanha quando aceitou a assessoria do atual ministro da Economia, Paulo Guedes, Jair Bolsonaro afirmou que seu desejo era vender hoje os Correios, se pudesse.

Entenda como a privatização dos Correios vai afetar a sua vida

“Se pudesse privatizar hoje, privatizaria. Mas não posso prejudicar o servidor dos Correios. É isso”, disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (7).

O presidente ainda criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que transferiu para o Congresso a palavra final sobre privatização das chamadas “empresas-mãe”, as grandes estatais, como os Correios.

“O STF decidiu que as empresas-mães…as privatizações têm que passar pelo parlamento. Você mexe nessas privatizações com centenas, dezenas de milhares de servidores. É um passivo grande. Você tem que buscar solução para tudo isso. Você não pode jogar os caras para cima. Eles têm que ter as suas garantias. Tem que ter um comprador para aquilo. É devagar. Tem o TCU com lupa em cima de você. Não são fáceis as privatizações”, disse.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum