Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de agosto de 2019, 09h33

Sem crédito suplementar do governo federal, CNPq suspende apoio a novos bolsistas

“O CNPq informa a suspensão de indicações de bolsistas, uma vez que recebemos indicações de que não haverá recomposição integral do orçamento de 2019”, diz nota do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Foto: Herivelto Batista/ASCOM-MCTIC

O desmanche nos setores de educação e pesquisa, promovido pela gestão Bolsonaro, continua fazendo vítimas. Sem resposta do governo federal a respeito da abertura de crédito suplementar para cobrir o déficit do orçamento de 2019, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) anunciou que suspendeu a assinatura de novos contratos de bolsas de estudo e pesquisa.

“O CNPq informa a suspensão de indicações de bolsistas, uma vez que recebemos indicações de que não haverá recomposição integral do orçamento de 2019. Dessa forma, estamos tomando as medidas necessárias para minimizar as consequências desta restrição”, diz nota do conselho.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

A recomposição se refere ao crédito suplementar de R$ 330 milhões. Quem abre o crédito é o Ministério da Economia, porém, até agora a pasta comandada por Paulo Guedes não assegurou a liberação dos recursos.

Bolsas vigentes

Com a suspensão de novas bolsas, a expectativa do CNPq é concentrar o que ainda resta do orçamento de 2019 para cumprir o compromisso com os pesquisadores que têm bolsa vigente. No entanto, faltando cerca de quatro meses para o término do ano, o conselho conta somente com 12% da verba prevista até dezembro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum