Sem vetos, Bolsonaro sanciona regulamentação do Fundeb

Após tentativa de deputados bolsonaristas de incluir escolas religiosas e do Sistema S no fundo, destinado à educação básica pública, projeto foi sancionado, tornando o Fundeb permanente a partir de janeiro

Jair Bolsonaro sancionou sem vetos nesta sexta-feira (25) a lei que regulamenta o novo Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Após uma tentativa de deputados bolsonaristas incluírem escolas ligadas à religiões e ao Sistema S ao fundo, principal mecanismo de financiamento da educação básica pública, o projeto acabou sendo aprovado sem vetos em segunda votação na casa, após o Senado retirar todas as emendas que tratavam desses assuntos.

A lei prevê a ampliação gradual da participação da União no Fundeb, de forma a chegar a 23% a partir de 2026. Atualmente, essa complementação financeira do governo federal está em 10% sobre o valor arrecadado por estados e municípios.

Para receberem os recursos, estados e municípios deverão seguir parâmetros técnicos e de desempenho para gestores escolares, incluir ao menos 80% dos estudantes em avaliações da educação básica, além de reduzir desigualdades socioeconômicas e raciais na educação.

O novo Fundeb, de caráter permanente, entrará em vigor em janeiro.

Tags:

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR