Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de agosto de 2019, 21h40

Senador quer Weintraub e Haddad discutindo o Future-se em audiência

Outros ex-ministros da educação e representantes de entidades ligadas à educação também serão convidados

Agência Brasil

Às vésperas de mais uma grande manifestação contra os absurdos que vem ocorrendo na educação brasileira, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) protocolou nesta segunda-feira (12) um pedido para a realização de audiências públicas sobre o programa Future-se no Senado. Entre as figuras que o parlamentar quer que sejam ouvidas está o atual ministro da Educação, Abraham Weitraub, e Fernando Haddad, que comandou o MEC entre 2005 e 2012.

Além de Weintraub, mentor do projeto, e  Haddad, Prates quer que sejam convidados para participar das discussões o presidente da União Nacional do Estudantes (UNE), Ítalo Montalvão, e os ex-ministros Cristovam Buarque, Renato Janine Ribeiro e Aloizio Mercadante, José Goldemberg e Murílio Hingel. Representantes de entidades ligadas a educação também foram convocados.

“Sob o pretexto de fortalecer a autonomia financeira das instituições federais de ensino, o Ministério da Educação está impondo, sem o necessário debate, uma reforma empresarial da educação, que fragiliza a função social das universidades e dos institutos federais de educação, mantém ameaçada a manutenção das instituições, inviabiliza o processo de democratização do acesso ao ensino superior público e abre um horizonte de incertezas para a produção científica e tecnológica em nosso país”, informa o texto que solicita as audiências.

Em junho, seis ex-ministros do MEC lançaram manifesto contra as políticas de educação implementadas pelo atual governo, em um contexto de cortes e perseguição ideológica. “Contingenciamentos ocorrem, mas em áreas como educação e saúde, na magnitude que estão sendo apresentados, podem ter efeitos irreversíveis e até fatais. Cortar recursos da educação básica e do ensino superior, no volume anunciado, deixará feridas que demorarão a ser curadas”, diz o documento.

Confira o texto na íntegra


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum