Soberania? Bolsonaro autoriza entrada de forças militares dos EUA no Brasil

Decreto assinado por Bolsonaro permite a entrada de 240 militares dos EUA no Brasil para "exercício de adestramento" das forças brasileiras

Em decreto publicado nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial da União (DOU), Jair Bolsonaro (Sem partido) abre mão do que restava da soberania e autoriza a entrada de “forças militares dos Estados Unidos da América no território nacional”.

“Ficam autorizados o ingresso e a permanência temporária de forças militares dos Estados Unidos da América no território nacional para participar do exercício de adestramento combinado CORE 21 no período de 28 de novembro a 18 de dezembro de 2021”, diz o decreto 10.834 assinado por Bolsonaro e pelo ministro da Defesa, Walter Braga Netto.

A entrada tem como pretexto a participação no CORE 21, sigla de Combined Operations and Rotation Exercises, um exercício conjunto em que as forças dos EUA fazem a doutrinação militar das tropas brasileiros.

Segundo informações do portal DefesaNet, especializado em assuntos militares, “o CORE 21 é um exercício executado por uma Força-Tarefa valor batalhão da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) (12a Bda Inf L) (Amv), comandada pelo 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL), e terá participação de uma subunidade da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division) do Exército dos Estados Unidos”.

O decreto diz que as forças estadunidenses “compreendem o contingente de duzentos e quarenta militares norte-americanos, armamentos, acessórios, munições, optônicos, dispositivos ópticos e sensores e equipamentos de comando, controle e comunicação”.

“O exercício de adestramento combinado de que trata este Decreto ocorrerá na região do Vale do Paraíba, entre o Município de Resende, Estado do Rio de Janeiro, e o Município de Lorena, Estado de São Paulo, entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América”, diz o texto.

Leia a íntegra

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR