STF diz que Bolsonaro mente ao ligar Barroso à redução da maioridade para estupro de vulnerável

Em discurso em Porto Alegre, Bolsonaro acusou Barroso de defender uma "bandeira" que "beira a pedofilia". STF diz que Barroso fez exatamente o oposto

Em nota publicada em seu site oficial na noite deste sábado (10), o Supremo Tribunal Federal (STF) afirma que Jair Bolsonaro (Sem Partido) mente mais uma vez ao tentar ligar o ministro Luís Roberto Barroso, atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), à redução da maioridade para estupro de vulnerável.

VÍDEOS
No RS, Bolsonaro volta a ironizar Eduardo Leite: “Aqui é terra de cabra macho”
Mulher é presa por bater panela na motociata de Bolsonaro em Porto Alegre

Em discurso após motociata em Porto Alegre, Bolsonaro acusou Barroso de defender uma “bandeira” que “beira a pedofilia” ao dizer que o ministro votou a favor da redução da maioridade para estupro de vulnerável.

“Quero perguntar ao ministro Barroso, do Supremo Tribunal Federal… ministro esse que defende a redução da maioridade para estupro de vulnerável. Ou seja, beira a pedofilia o que ele defende. Ministro que defende o aborto, a liberação das drogas. Com essas bandeiras todas ele não tinha que estar no Supremo, tinha que estar no parlamento”, afirmou.

Na nota, o STF diz que Barroso fez exatamente o oposto: “votou pela continuidade da ação penal contra um jovem de 18 anos que manteve relações com uma menina de 13”.

Segundo o site, o voto se deu no julgamento do habeas corpus 122.945, em março de 2017, em que Barroso abriu divergência e esteve na corrente vencedora que manteve a ação penal por estupro de vulnerável contra o rapaz.

“Em seu voto, o ministro considerou que, embora os autos trouxessem elementos de consentimento da suposta vítima, o fato de ela ser menor de 14 anos justificava a continuidade do processo, em nome da proteção da infância e da adolescência”.

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR