Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de setembro de 2019, 10h26

Submisso aos EUA, governo Bolsonaro faz desabar participação brasileira no comércio mundial

Entre os meses de agosto de 2018 e 2019, a participação brasileira no comércio mundial caiu 15%. Argentina e China registraram os piores resultados, com recuo de 38,9% e 17,1% respectivamente, na compra de produtos de empresas do Brasil

Bolsonaro e Trump (Foto: Alan Santos/PR)

A participação de empresas brasileiras no comércio internacional despencou 15% entre os meses de agosto de 2018 e de 2019, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (16) pela Fundação Getúlio Vargas. Os valores exportados pelo Brasil, considerando o volume de exportação mais o preço cobrado por esses produtos e serviços, recuaram 13%. O valor dos importados caiu 17%.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Submisso aos interesses de Donald Trump, Jair Bolsonaro fez o comércio com parceiros estratégicos como Argentina, China e União Europeia desabarem respectivamente em 38,9%, 17,1 e 7% no período, ao privilegiar as negociações com os EUA.

O país de Trump foi o único grande player em que as exportações brasileiras cresceram, em 9,5%. No entanto, os EUA aumentou em 27,9% os produtos vendidos ao Brasil.

Em termos de volume, as exportações e importações tiveram a mesma queda (-13%), mas os preços dos bens importados recuaram mais do que os preços dos exportados. Em agosto, todos os setores tiveram queda no volume exportado, com destaque para a indústria de transformação.

Com informações da Agência Brasil


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum