TCU pede à PF abertura de inquérito policial contra auditor de Bolsonaro

Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques é autor de um relatório mentiroso sobre as mortes na pandemia que foi citado por Jair Bolsonaro

A presidenta da Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, pediu à Polícia Federal que abra investigação para apurar possíveis crimes cometidos pelo auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, responsável pelo relatório mentiroso citado por Jair Bolsonaro (Sem Partido) para minimizar a pandemia do coronavírus.

O pedido foi feito diretamente ao diretor-geral da PF, Paulo Maiurino, segundo informações de Lauro Jardim, no jornal O Globo.

Silva Marques, que é amigo dos filhos de Jair Bolsonaro e filho de um amigo do presidente, é alvo de processo administrativo e está impedido de entrar no TCU. O auditor também foi convocado para depor na CPI do Genocídio.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR