O que o brasileiro pensa?
16 de julho de 2019, 09h21

Toma lá, dá cá: Bolsonaro vai liberar nomeações para aprovar reforma da Previdência em segundo turno

Depois de liberar R$ 2,5 bilhões e prometer outros R$ 5,6 bi para aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara, Bolsonaro fidelizar os votos comprados e garantir que a proposta governista passe também no segundo turno

Bolsonaro com parlamentares na Câmara (Agência Câmara)

Depois de liberar R$ 2,5 bilhões e prometer outros R$ 5,6 bi para aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara, Jair Bolsonaro (PSL) já prepara novo “toma lá, dá cá” para fidelizar os votos comprados e garantir que a proposta governista para aposentadorias passe também no segundo turno, que será votado em agosto, na Casa.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo reportagem de Naira Trindade e Bruno Góes, na edição desta terça-feira (16) do jornal O Globo, a liberação de nomeações de cargos em primeiro, segundo e terceiro escalões do governo deve ganhar fôlego nas próximas semanas, às vésperas da votação da reforma da Previdência em segundo turno na Câmara.

“Depois do recesso, eu vou assumir isso aí (distribuição de cargos) e vamos procurar dar celeridade e continuidade ao trabalho que vinha sendo feito”, afirmou ao jornal o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos.

Há indicações de parlamentares para cargos nos estados em órgãos como Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Secretaria de Patrimônio Urbano e outros braços dos ministérios.

A responsável por coletar as indicações é a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum