O que o brasileiro pensa?
23 de junho de 2020, 10h34

Toma lá, dá cá: deputado entra na Justiça para revogar nomeação do Centrão no Ministério da Saúde

Jorge Solla entrou com ação popular para revogar nomeação de assessor do deputado Zé Vitor, vice-líder do PL, para setor de saúde bucal do Ministério da Saúde. Sem formação na área, ele entrou em vaga ocupada por uma cirurgiã-dentista

Zé Vitor (à frente), vice-líder do PL, com integrantes da bancada ruralista (Divulgação)

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) ingressou na noite desta segunda-feira (23) com uma ação popular na Justiça Federal da Bahia que pede a suspensão da nomeação de Vivaldo Pinheiro Guimarães Junior do cargo de coordenador-geral de Saúde Bucal do Ministério da Saúde.

Até então assessor parlamentar do deputado mineiro José Vitor de Resende Aguiar, o Zé Vitor, vice-líder do PL na Câmara, Guimarães Junior é o primeiro a ocupar o cargo sem que tenha qualquer relação com a área da saúde. O PL é um dos partidos do Centrão que entraram na negociata de cargos em troca de apoio a Bolsonaro no Congresso.

O assessor parlamentar do PL assumiu o cargo na última quarta-feira (17) no lugar da cirurgiã-dentista Rogéria Cristina Calastro de Azevêdo, que foi exonerada na mesma data.

Na peça, o petista destaca que Vivaldo “não possui formação acadêmica no ramo de odontologia, qualquer conhecimento na área, inclusive nunca tendo atuado nesta”.

Ele destaca que o nomeado tem como atividade profissional um pequeno negócio na cidade de Araguaí (MG), no ramo de confecção e produção de eventos. Solla destaca o haver “violação aos princípios da impessoalidade e moralidade administrativa, destacando-se o desvio de finalidade do ato administrativo praticado”.

A ação pede a suspensão imediata da nomeação, sob pena de multa diária de R$ 100 mil para o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello .

“A medida revela-se ato rasteiro, em evidente situação de desprezo ao desenvolvimento do país (…) atitude completamente antidemocrática ao nomear pessoa alheia a área de odontologia para ocupar cargo de notáveis atribuições, já que coordenará toda a política de saúde bucal do Ministério da Saúde”, finalizou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum