Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de agosto de 2019, 14h45

Vídeo: Bolsonaro aconselha jornalista a fazer cocô “dia sim, dia não” para combater a poluição ambiental

Bolsonaro ainda citou o controle populacional, dizendo que pessoas que têm "mais cultura" têm menos filhos. "Eu sou uma exceção da regra, pois tenho cinco"

Jair Bolsonaro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O repórter Fabio Murakawa, do Valor Econômico, perguntou ao presidente Jair Bolsonaro se é possível “crescer com preservação” durante conversa com jornalistas nesta sexta-feira (9), em Brasília. Como resposta, Bolsonaro aconselhou ao repórter “comer menos e fazer cocô dia sim, dia não” para combater a poluição ambiental.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Em seguida, Bolsonaro retoma a sua fala sobre crescimento populacional, dizendo que o mundo cresce “70 milhões por ano” e que precisa de planejamento familiar. “Não é controle não, depois vai ter lá uma capa na Folha amanhã falando em controle de natalidade”, ironiza, sugerindo que a imprensa iria distorcer sua fala.

O presidente depois diz que as pessoas que têm “mais cultura” têm menos filhos. “Eu sou uma exceção da regra, pois tenho cinco”, comenta.

Em toda a sua carreira política, Bolsonaro defendeu políticas de controle de natalidade com foco nas pessoas pobres. No ano passado, por exemplo, quando ainda era candidato à presidência, Bolsonaro chegou a defender esterilização dos pobres como meio de combater a criminalidade e a miséria. “Um homem e uma mulher com educação dificilmente vão querer ter um filho a mais para engordar um programa social”, disse na época.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum