Vídeo: “No meu tempo não tinha bullying, não. O pau cantava”, diz Bolsonaro

Bolsonaro voltou a cultuar a violência ironizando o bulliyng contra crianças obesas ao comentar a declaração de um apoiador que ofereceu um projeto de educação física para escolas militares para "acabar com o bulliyng"

O negacionismo de Jair Bolsonaro não se restringe às declarações sobre a pandemia do coronavírus e o uso de medicamentos sem comprovação científica contra a Covid-19. Tampouco a ignorância do presidente se resume à economia, jogando a Petrobras para ser devorado junto aos leões do sistema financeiro.

Na manhã desta terça-feira (23), o presidente voltou a cultuar a violência ironizando o bulliyng contra crianças obesas ao comentar a declaração de um apoiador que ofereceu um projeto de educação física para escolas militares para “acabar com o bulliyng”.

“Acabar com bullying, no meu tempo não tinha bullying não, gordinho batia em todo mundo, agora gordinho é vítima. Porra… o pau cantava”, disse o presidente, afirmando que o combate a atos violentos estaria levando mundo para pior. “Que mudança pra pior que o mundo tá dando aí… bullying? Pelo amor de Deus”.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR