Fórumcast #20
05 de agosto de 2019, 21h07

Visivelmente irritado, Bolsonaro dispara contra a imprensa: “Eu, Johny Bravo, ganhou, porra!”

Em tom desafiador, o presidente da República reforçou a palavra "porra", usando o palavrão duas vezes na mesma frase

Reprodução/YouTube

Em inauguração de usina solar em Sobradinho, na Bahia, nesta segunda-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro, além de reclamar de “não poder fazer mais piada no Brasil”, se irritou com perguntas de jornalistas e disparou pérola em que se compara com o personagem Johnny Bravo e comemora vitória eleitoral após oito meses de mandato: “Eu ganhei, porra!”.

Após defender a indicação de seu filho como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o presidente, aos berros, disse que a campanha eleitoral tinha acabado, tentando se eximir de críticas. “Vamos parar com essa bobagem, a campanha acabou para a imprensa. Eu ganhei! A imprensa tem que entender que eu ganhei. Eu, Johnny Bravo, Jair Bolsonaro, ganhou, porra! GANHOU, PORRA! Vamos entender isso”, declarou em coletiva.

Durante toda a entrevista, o presidente adotou um tom ríspido com profissionais da imprensa e fez ironias em quase todas as respostas. Na mesma entrevista, ele disse que “não há mais liberdade no país” e  “não se pode mais fazer piada no Brasil”.

Veja também:  Doria volta a criticar Bolsonaro e diz que jamais nomearia o filho para embaixada

Pelas redes sociais, bolsonaristas passaram a exaltar o presidente “Johnny Bravo” valentão, enquanto outros usuários debocharam da caricatura que o presidente se tornou. “Será que ele sabe que o Personagem foi criado como uma crítica ao homem hétero médio e que ele nunca pega ninguém? É a chacota do desenho”, lembrou o tuiteiro @nievilela.

Confira vídeo da entrevista na íntegra, publicado pelo portal Folha do Brasil, ligado à rede bolsonarista:

Veja também:  Kennedy Alencar: "Não é pedido de presidente, é de pai", diz Bolsonaro a senadores

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum