Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de novembro de 2019, 13h29

Weintraub celebra monarquia no dia da Proclamação da República e toma invertida com aula de História

O ministro da Educação ainda provocou as feministas em outro tuíte, em que se refere à Princesa Isabel e Dona Leopoldina como "mulheres educadas, inteligentes e honestas". "Elas nos governaram bem antes de Dilma"

Weintraub em reunião com Onyx Lorenzoni e outros ministros (Reprodução/Twitter)

Em uma série de tuítes no dia que marca 130 anos da proclamação da República, o ministro da Educação, Abraham Weintraub celebrou a monarquia brasileira e “comemorou” trabalhando o “primeiro golpe de estado (SIC) no Brasil”.

No entanto, ao ressaltar a “infâmia contra um patriota, honesto, iluminado, considerado um dos melhores gestores e governantes da História”, referindo-se a Dom Pedro II, tomou uma invertida, com aula de História pelo Twitter, do jornalista Jamil Chade.

“No final da monarquia, taxa de analfabetismo era de 82%. Candidatos? Só aqueles com renda elevada. Ou seja, um governo da elite. Eleitores: só homens e com certa renda. Índios, mulheres e assalariados fora. Eleição tinha participação de 1,5% da população “iluminada””, tuitou Chade.

Em outra publicação, o ministro fez troça na reunião de trabalho com colegas de ministério, dizendo que estava comemorando o “primeiro golpe”.

“Qual a melhor forma de “comemorar” o primeiro golpe de estado no Brasil? TRABALHANDO! O amigo Onyx Lorenzoni convocou reunião para discutir projetos sociais. Teremos mais novidades em breve”, tuitou.

Weintraub ainda provocou as feministas em outro tuíte, em que se refere à Princesa Isabel e Dona Leopoldina como “mulheres educadas, inteligentes e honestas”. “Elas nos governaram bem antes de Dilma”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum