O que o brasileiro pensa?
28 de julho de 2019, 18h33

Boulos critica silêncio de Moro sobre ataques contra indígenas Wajãpi

Ex-candidato à presidência indagou se o ministro ficaria em silêncio sobre o ataque

Guilherme Boulos (PSOL) criticou Sérgio Moro pelo silêncio do ministro diante dos ataques contra o povo indígena Wajãpi, os quais tiveram suas terras invadidas por um grupo de garimpeiros armados. Até o momento, um cacique foi encontrado morto.

Boulos usou seu perfil no Twitter para cobrar Moro, ironizando que o ministro só estaria preocupado em “atuar em causa própria” contra as mensagens reveladas pelo The Intercept Brasil na série de reportagens Vaza-Jato.

“Sérgio Moro não tem nada a declarar sobre o ataque ao povo indígena Waiãpi ou está preocupado apenas em atuar em causa própria contra revelações do Intercept?”, indagou Boulos.

Na manhã de ontem (27), foi divulgado que garimpeiros invadiram terras indígenas Wajãpi e assassinaram um dos líderes indígenas. Segundo nota divulgada pelo Conselho das Aldeias Wajãpi, o chefe foi encontrado morto na região da aldeia Waseity, próxima à aldeia Mariry, na segunda-feira (22). O povo então encontrou sinais de que o assassinato foi cometido por não-indígenas fora da região das aldeias.

O comunicado também diz que um grupo de garimpeiros armados invadiu as terras indígenas e se instalaram na aldeia Yvytotõ, fazendo com que os moradores fugissem para aldeia Mariry para se proteger.

De acordo com o cacique Viseni Wajãpi, cerca de dez garimpeiros ainda estão na aldeia invadida. Segundo o comunicado do Conselho, um grupo da Polícia Federal e do BOPE chegou até a região para prender os invasores neste domingo, mas ainda não há informações sobre a efetividade da ação.

O PSOL, partido pelo qual Boulos concorreu à Presidência em 2018, divulgou uma nota em que lamenta o ataque brutal contra o povo Wajãpi e afirma que Jair Bolsonaro e o Estado brasileiro são responsáveis por qualquer violência contra a comunidade indígena.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum