Boulos vai se reunir com GCMs para ouvir demandas e propor polícia antirracista

Candidato do PSOL em SP defende uma reforma no currículo preparatório de guardas

O candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, vai se reunir na próxima sexta-feira (23) com representantes da Guarda Civil Municipal (GCM) em encontro promovido pelo sindicato da categoria. O líder do MTST vem defendendo uma reforma no currículo preparatório dos guardas para que eles tenham uma formação voltada aos direitos humanos, o que inclui uma postura antirracista.

No encontro, o candidato do PSOL também deverá ouvir as demandas dos guardas e falar sobre seu plano de governo para a área de segurança. “Vamos fazer da da Guarda Civil Metropolitana um instrumento de segurança cidadã, mais participativa e integrada ao dia a dia das pessoas em seus bairros”, diz o candidato do PSOL.

“Os profissionais da GCM – atuais e novos, que serão contratados – receberão capacitação para inibir a violência contra mulher, combater o racismo e a lgbtfobia”, completa.

Em entrevista à revista Veja nesta terça-feira (20), Boulos comentou sobre seu projeto de “policiamento comunitário” na cidade de São Paulo. Ele citou dados divulgados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2020 que apontam uma letalidade policial 80% maior entre negros em comparação com brancos.

“Eu vou fazer da GCM de São Paulo um exemplo de segurança cidadã, de policiamento comunitário. Isso inclui colocar na Guarda Municipal um currículo de direitos humanos, de combate ao racismo. Saiu esses dias um relatório de letalidade policial 80% maior entre negros do que em relação aos brancos. Eu não aceito isso”, disse na entrevista.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR