Bretas obriga advogado com Covid a participar de sessão do hospital

Segundo o juiz, a sessão não foi adiada porque teria uma substituta para o defensor

O juiz Marcelo Bretas obrigou um advogado a participar de audiência diretamente de um hospital ao negar o adiamento de audiência. Rafael Gonçalves está internado desde o dia 6 de junho em razão da Covid-19.

O magistrado afirmou que o defensor participou por livre e espontânea vontade porque teria outra advogada que poderia substituí-lo. Segundo ele, só houve a negação do adiamento em razão da outra profissional que estaria habilitada.

Gonçalves, no entanto, afirmou que a colega não conseguiria participar da audiência e que alegou isso em petição que pedia o adiamento.

O advogado, que atua na defesa de um dos réus de um processo relacionado à apelidada “Operação Bancarrota”, participou com um avental verde e um tubo de oxigênio no nariz. Se não comparecesse, o réu seria defendido por alguém indicado por Bretas e poderia ser multado.

Essa não é a primeira vez que essa situação acontece durante a pandemia. Em novembro, advogado criminalista Flávio Grossi teve que participar de uma audiência virtual direto da cama de um hospital após o juiz José Álvaro Machado Marques, da 4ª Auditoria da Justiça Militar do Estado de São Paulo, negar o adiamento do julgamento.

Veja vídeo:

COm informações de Migalhas e ConJur

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR