Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de agosto de 2018, 09h25

Brito: Lula fecha o Nordeste com acordo realizado com o PSB

Quem isolou Ciro do PSB foi ele mesmo, ao dar ênfase exagerada ás suas legítimas diferenças com PT e achar que bastaram os anos em que esteve com Lula e Dilma para credenciá-lo a absorver os votos do ex-presidente

Por Fernando Brito, no Tijolaço

O episódio da adesão do PSB, especialmente de sua porção nordestina, a mais expressiva, à candidatura Lula é a prova mais evidente que se poderia ter de que são improcedentes as análises políticas que apontam um “isolamento suicida” do PT ao manter a candidatura Lula.

Os “caciques” do PSB não são “bobinhos”, não são “sonháticos”, não são “festivos”. Estão cuidando é de garantir sua eleição e, ao menos no Nordeste, não tem eleição para quem não tiver/der apoio a Lula.

Ou a quem ele indicar, se impedido de disputar a eleição, como desejam a Justiça, a mídia, o “mercado” e analistas de política valentes ao ponto de não verberarem contra o afastamento do líder das preferências populares do direito de estar na urna.

O que Lula fez, portanto, foi “fechar” o Nordeste, parte vital de sua estratégia. Ter metade dos votos no Nordeste é o equivalente a pouco mais de 13% dos votos nacionais.

Míseros 15% de votação no resto do país ( para ficar num número que nem mesmo os antilula se atreveriam a contestar) ainda assim, dariam mais 11% e, portanto 24% do Brasil inteiro.

Mais do que tem hoje qualquer outro concorrente e suficiente, com sobras, para levar alguém ao segundo turno e, portanto, a “outra história”.

É uma bobagem esta história de que o PT “isolou” Ciro. Quem isolou Ciro foi ele mesmo, ao dar ênfase exagerada ás suas legítimas diferenças com PT e achar que bastaram os anos em que esteve com Lula e Dilma para credenciá-lo a absorver os votos do ex-presidente.

Com todo o respeito a ele e também aos pré-candidatos do PT que tiverem de remanejar suas ambições pessoais por tal ou qual cargo local, o que está em jogo é o Brasil.

E o Brasil está se movendo por conta de Lula, que é o centro de gravidade desta eleição, mesmo preso em Curitiba. A “ideia Lula”, que não é contida por grades, espalhou-se e dá a eleição ares de um estranho plebiscito. Os a favor do ex-presidente, na prática, estão coesos, como mostram as pesquisas e não mostram as candidaturas.

O antilulismo, porém, é um saco de gatos a se engalfinharem. A realidade da eleição vai se encaminhando para um só “Lula” e vários “antilula”. Dos quais, teme a direita, sairá um talvez tão horrendo que não consiga liderar os outros.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum