Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de novembro de 2019, 11h30

Caio Blinder diz que Paulo Guedes deixou governo de Bolsonaro para assumir o de Pinochet no Chile

Assim como o presidente, ministro é um conhecido admirador das políticas econômicas do ditador chileno

Paulo Guedes (Reprodução/YouTube)

O apresentador do programa Manhattan Conection, da GloboNews, Caio Blinder, ironizou nas redes sociais nesta terça-feira (26) a fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que governo pode implementar um novo AI-5 para conter manifestações populares. No Twitter, Blinder escreveu que o ministro está deixando o governo de Jair Bolsonaro para integrar a equipe do ex-ditador chileno Augusto Pinochet.

“Breaking news! Paulo Guedes deixa governo Bolsonaro e aceita convite do general Pinochet para ser ministro da Economia do Chile”, escreveu o jornalista.

Guedes é um conhecido admirador das políticas econômicas de Pinochet. Em seus estudos de pós-graduação na Universidade de Chicago, onde um dos nomes de destaque era Milton Friedman, guru dos Chicago Boys, Guedes aproximou-se de vários estudantes chilenos que depois viriam a ter papéis relevantes no regime militar do país. Um deles, por exemplo, foi Jorge Selume Zaror, ex-diretor de Orçamento do regime de Pinochet.

Assim como Guedes, Bolsonaro também já declarou diversas vezes ser fã de ditadores, especialmente Carlos Alberto Brilhante Ustra. Poucos meses atrás, o presidente chegou a declarar que o coronel do DOI-Codi, conhecido por suas violentas sessões de tortura durante a ditadura militar brasileira, era um “herói nacional”.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum