Câmara aprova “orçamento de guerra” contra coronavírus

"Não tem mais desculpa para Bolsonaro e Guedes não pagarem os R$ 600 aos trabalhadores brasileiros", cobrou o deputado Marcelo Freixo

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta sexta-feira (3) a Proposta de Emenda à Constitução (PEC) do Orçamento de Guerra por 423 votos a favor e 1 contra.

O texto permite a separação dos gastos realizados para o combate ao novo coronavírus do Orçamento-Geral da Uniã com o objetivo de “facilitar a execução do orçamento relacionado às medidas emergenciais”. Um conselho será criado para manejar os recursos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comemorou a aprovação: “Aprovamos com 424 votos a PEC do orçamento de guerra. Agradeço o apoio dos líderes, de deputados de todos os partidos. Esse é um momento de união dos Poderes na defesa das vidas dos brasileiros, dos empregos, dos mais vulneráveis e da preservação das empresas brasileiras”.

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) comentou sobre a aprovação e cobrou que, com a medida, o Governo Federal implemente logo o auxílio emergencial aprovado no Congresso.

“PEC do orçamento de guerra aprovada na Câmara. Não tem mais desculpa para Bolsonaro e Guedes não pagarem os R$ 600 aos trabalhadores brasileiros”, escreveu o parlamentar.

A deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) também cobrou o governo. “A Câmara dos Deputados fez a sua parte e aprovou a PEC 10, em segundo turno. Agora, o governo Bolsonaro não tem mais desculpas. Para enfrentar a pandemia, poderá gastar até 10% do PIB, cumprir suas obrigações com os cidadãos, sem penalizar os trabalhadores”, afirmou.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR