Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de outubro de 2018, 12h03

Câmara Federal: PT lidera, PSDB e MDB encolhem e PSL aumenta bancada da extrema-direita

Principais articuladores do golpe parlamentar, que tirou Dilma Rousseff (PT) da Presidência da República, partidos de Aécio Neves (PSDB) e Michel Temer (MDB) saíram derrotados nas eleições legislativas.

Segunda e terceira bancadas mais representativas na Câmara Federal na atual legislatura, MDB e PSDB foram os maiores derrotados nas eleições legislativas deste ano. O PT manteve o posto de partido com o maior número de deputados federais, mesmo perdendo 13 vagas – de 69 atuais para 56 a partir do ano que vem.

Principais articuladores do golpe parlamentar, que tirou Dilma Rousseff (PT) da Presidência da República, os tucanos perderam 25 das 54 cadeiras e caíram da terceira para a décima legenda em representatividade na Câmara. Dono da segunda maior bancada, atualmente com 66 deputados, o MDB, de Michel Temer, perdeu 32 postos e a partir de 2019 será superado por PSL e PP, ficando em quarto lugar no número de congressistas.

Extrema-direita
A extrema-direita ganhou força na casa. Os votos à reboque da candidatura de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais elegeram 52 deputados federais – ante a apenas 1 que a casa tem atualmente. O PP, um dos principais apoiadores da candidatura do militar, perdeu um posto – de 38 para 37 -, mas elegeu a terceira maior bancada, à frente do MDB.

O número de partidos também cresceu. Das atuais 25 legendas representadas atualmente, serão 30 a partir de 2019 – em 2010 eram 22.

Veja os dados.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum