Camilo Santana não recebe Bolsonaro: “não posso compactuar com aquilo que considero um grave equívoco”

O governador do Ceará afirmou em suas redes que não estará presente a qualquer um dos eventos do qual Bolsonaro participará

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou em suas redes sociais que não vai se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), que vai estar, nesta sexta-feira (26, em visita ao estado.

Camilo afirmou em suas redes que não estará presente a qualquer um dos eventos do qual Bolsonaro participará por conta “da real possibilidade de muitas aglomerações, algo frontalmente contrário à gravíssima crise sanitária que vivemos neste momento, com o aumento preocupante de casos e óbitos”.

O governador disse ainda ter “todo respeito à autoridade, mas não posso compactuar com aquilo que considero um grave equívoco”.

A agenda presidencial

A agenda de Bolsonaro começa às 10h45min e inclui passagens por Tianguá, Caucaia e Fortaleza, onde inaugura trecho de obra rodoviária na região metropolitana da capital cearense.

Pela manhã, Bolsonaro vai assinar três ordens de serviço para obras na BR-222 em trechos nos municípios de Tianguá, Umirim e Horizonte. O evento de assinatura será em Tianguá, no Polo de Lazer do município. À tarde, em Caucaia, o presidente acompanha obras de duplicação da mesma rodovia. 

A visita de Bolsonaro ocorre em um momento em que o Governo do Estado adotou medidas mais rígidas no combate à pandemia como o toque de recolher das 22h às 5 horas manhã.

O Ceará passa por uma alta do número de casos da Covid-19. Municípios do Interior como Santa Quitéria e Mombaça já adotam ação ainda mais drásticas como o lockdown.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.