sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Candidata laranja que recebeu R$ 400 mil do PSL em Pernambuco presta depoimento à PF

Maria de Lourdes Paixão, candidata laranja que recebeu R$ 400 mil de verba pública eleitoral do PSL de Pernambuco a quatro dias da eleição, presta depoimento na manhã desta quarta-feira (20) na sede da Polícia Federal no Recife.

Segundo a PF, Lourdes compareceu na condição de colaboradora para esclarecer informações sobre o uso da verba durante a candidatura. O depoimento é registrado na condição de registro especial porque, até o momento, não há investigação aberta na PF sobre o caso.

Maria de Lourdes Paixão, que teve apenas 274 votos, foi a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o país, mais do que o próprio presidente Bolsonaro e a deputada Joice Hasselmann, que teve 1,079 milhão de votos.

Estopim da crise
Reportagem da Folha, publicada no dia 10 de fevereiro, revelou que o grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, foi o responsável pela criação da candidatura.

A denúncia foi o estopim de uma crise no governo federal, que se agravou após o vereador Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), desmentir o ex-ministro. Bebianno disse, no dia 12 de fevereiro ao jornal “O Globo”, que teria conversado sobre o assunto três vezes com Bolsonaro enquanto este estava internado em um hospital em São Paulo.

Em uma rede social, o vereador classificou a afirmação de Bebianno como “mentira absoluta” e divulgou um áudio que mostra Jair Bolsonaro se recusando a falar com o então ministro. Depois, o presidente compartilhou as mensagens do filho na mesma rede social.

Nesta terça-feira (19), áudios vazados para a revista Veja mostram a troca de mensagens por whatsapp entre Bebianno e Bolsonaro, comprovando que quem mentiu foi o presidente e o filho.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.