Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de outubro de 2019, 15h00

Carlos Bolsonaro assume que escreve o Twitter do pai ao levar bronca e apagar mensagem

“Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos!”, escreveu Carluxo revelando o puxão de orelha

Foto: Reprodução/YouTube

O vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSC), pediu desculpas nas redes, no início da tarde desta quinta-feira (17), por ter tuitado na conta do seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), sem a autorização do mesmo.

“Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!”

Com a mensagem, Carluxo não só assume que é ele mesmo quem escreve os tuítes do pai, como também, vez ou outra, coloca os pés pelas mãos e é desautorizado pelo próprio.

Na mensagem em questão, que já foi apagada da conta, o presidente teria tuitado frase em favor da aprovação, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), da prisão em segunda instância: “Aos que questionam, sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância. Proposta de Emenda à Constituição que encontra-se no Congresso Nacional sob a relatoria da Deputada Federal @CarolDeToni . — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) October 17, 2019”.

A mensagem republicada pela Fórum correu as redes. Nela, o presidente teria feito coro ao general Eduardo Villas Bôas, que repetiu o gesto de intimidação que fez em 2018, e voltou a fazer ameaças de convulsão social caso a medida não seja aprovada.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum