Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de fevereiro de 2019, 10h12

Influencer digital, Carlos Bolsonaro não apresenta projetos na Câmara do RJ há 2 anos

A última vez em que usou o microfone, em dezembro de 2015, rebateu uma crítica de Renato Cinco (PSOL) a um de seus projetos, o Programa Escola sem Partido

O vereador e "digital influencer", Carlos Bolsonaro (PSC/RJ) (Foto: Divulgação)

Atuante nas redes sociais, onde iniciou nesta semana o levante de comunicação em favor da Reforma da Previdência, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC/RJ) não mostra a mesma disposição em seu trabalho legislativo na Câmara do Rio de Janeiro, segundo reportagem de Paulo Cappelli, na edição desta terça-feira (26) do jornal O Globo.

Segundo a reportagem, nos últimos 2 anos – 2017 e 2018 -, Carlos não apresentou nenhum projeto de autoria própria no legislativo carioca e discursou apenas 3 vezes na tribuna da casa, uma média de um a cada um ano e sete meses.

A última vez em que usou o microfone, em dezembro de 2015, rebateu uma crítica de Renato Cinco (PSOL) a um de seus projetos, o Programa Escola sem Partido.

Hard user das redes sociais e considerado um “digital influencer” da extrema-direita brasileira, Carlos foi eleito pela primeira vez em 2000, aos 17 anos — derrotando a própria mãe, Rogéria, que tentava se reeleger para a Câmara Municipal.

Em 18 anos de mandato, Carlos conseguiu aprovar 16 leis, duas delas autorizativas (que podem ou não ser adotadas pelo Executivo). Acabou ganhando holofotes por projetos que não foram adiante: a criação do Dia do Orgulho Heterossexual, que propôs em 2011, e o Programa Escola Sem Partido, em 2014.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum