Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de julho de 2019, 10h54

Carlos Bolsonaro volta ao tema do risco de vida dele e do pai

Ontem, ele chegou a dizer que não confia na segurança da GSI que está sob controle do General Heleno

Reprodução/Instagram

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), o vereador da cidade do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), voltou a se mostrar preocupado com a segurança de seu pai. “Ficar extremamente preocupado com a segurança do Presidente da República e seu pai, PROIBIDO”, escreveu o filho de Bolsonaro em sua conta do Twitter na manhã desta terça-feira (2).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Ficar extremamente preocupado com a segurança do Presidente da República e seu pai, PROIBIDO. Estar cansado como qualquer cidadão de ver um governo querer fazer o Brasil andar, não conseguir e você reclamar, PROIBIDO. Fazer todo o oposto, PROGRESSO. Sinto muito: PODEM ESPERNEAR!”

O tema é recorrente. Carlos Bolsonaro usou sua conta do Twitter na tarde desta segunda-feira para levantar suspeitas sobre o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão do governo comandado pelo general Augusto Heleno.

Para o ‘pitbull’ da família Bolsonaro, o GSI estaria envolvido no caso dos 39 kg de cocaína que foram apreendidos na Espanha em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que fazia parte da comitiva presidencial.

“Por que acha que não ando com seguranças? Principalmente aqueles oferecidos pelo GSI? Sua grande maioria podem (sic) até ser homens bem intencionados e acredito que sejam, mas estão subordinados a algo que não acredito. Tenho gritado em vão há meses internamente e infelizmente sou ignorado”, escreveu o vereador, que ainda completou: “Há muito mais nisso tudo! Mas se viemos aqui para deixar uma mensagem! Creio que essa faz parte dela, mesmo que isso custe minha vida!”.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum