Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de julho de 2018, 16h14

Carlos Marun entra na mira da Polícia Federal por fraudes em ministério

Indicado por Eduardo Cunha e um dos aliados mais próximos de Temer, o ministro é suspeito de envolvimento no esquema de fraudes para a concessão de registros sindicais no Ministério do Trabalho

Reprodução/Facebook

Um dos aliados mais próximos de Michel Temer e considerado homem forte do governo, Carlos Marun (MDB-MS), ministro da Secretaria de Governo, está na mira da Polícia Federal (PF) por suspeita de envolvimento com o esquema criminoso de fraudes para a concessão de registros sindicais no Ministério do Trabalho. A PF pediu autorização para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Marun e a sua chefe de gabinete, Vivianne de Melo. No entanto, a solicitação foi negada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que alegou falta de provas.

Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Operação Registro Espúrio, que teve sua terceira fase deflagrada nesta quinta-feira (5), resultando no afastamento do ministro do Trabalho, Helton Yomura, avalizou o posicionamento da PGR, mas destacou as suspeitas sobre Marun.

Mensagens interceptadas pela PF apontaram que Marun “se vale de sua força política para solicitar concessões de registros das entidades [sindicais] de seu interesse”. Em relatório de 23 de maio, a apuração concluiu que o chefe de gabinete do ministro do Trabalho, Júlio de Souza Bernardo, conhecido como Júlio Canelinha e que foi preso nesta quinta, enviou uma mensagem solicitando que um despacho publicado no Diário Oficial da União fosse revertido de maneira a atender a um pedido de Marun.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum