Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de dezembro de 2019, 21h08

Carluxo posta vídeo do programa Chaves em dia de revelações graves sobre corrupção

Carlos Bolsonaro faz postagem tentando desviar o foco das denúncias contra Flavio Bolsonaro

Foto: Divulgação

Depois de fazer postagem no Twitter pedindo para que seus seguidores “leiam a matéria e não somente a manchete” em meio às ações do Ministério Público contra seu irmão mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (RJ), o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) publicou em suas redes sociais no início da noite desta quarta-feira (18) um vídeo da série mexicana Chaves e novamente evitou comentar sobre as denúncias que caem sobre sua família.

O post de Carlos Bolsonaro expõe a tentativa da família Bolsonaro de tentar esconder as graves denúncias envolvendo o senador Flávio Bolsonaro. Segundo o MP, Flávio montou um esquema de rachadinhas – prática de corrupção que envolve repasses de salários de assessores – em seu gabinete e praticou lavagem de dinheiro por meio de venda de imóveis.

O senador visitou o pai, Jair Bolsonaro, na tarde desta quarta-feira após a denúncia ganhar grande repercussão. O encontro não estava na agenda oficial do presidente da República e aconteceu no Palácio da Alvorada.

Entenda o caso

Na manhã desta quarta-feira, o Ministério Público do Rio de Janeiro cumpriu uma série de mandados de busca e apreensão em endereços de ex-assessores do ex-deputado estadual e atual senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). No relatório do MP obtido pela revista Crusoé, Flávio aparece sendo apontado por crimes de lavagem de dinheiro.

Além disso, Flavio teria recebido repasses do policial militar Diego de Sodré de Castro Ambrósio, investigado por assediar moradores de Copacabana, no Rio de Janeiro, com “serviços de segurança privada”, através de sua esposa Fernanda Antunes Bolsonaro, dois assessores do então deputado estadual e uma loja que Flavio comanda. Foram feitos pagamentos em forma de boletos bancários, transferências e depósitos, que seriam oriundos da chamada “rachadinha”, uma prática ilegal de repasse de salário de assessores – isto é, um esquema de corrupção.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum