Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de novembro de 2019, 11h21

Carluxo reclama em livraria sobre “curso de comunismo” e ouve: “é um debate sobre revoluções”

O que Carluxo fazia em uma livraria?

Foto: Reprodução/YouTube

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) foi a uma livraria na Barra, no Rio de Janeiro, e se deparou com um grupo discutindo a Revolução Russa. De acordo com informações da coluna de Ascânio Seleme, publicada no Globo neste sábado (16), uma turma falava sobre Lenin, Trótski e Marx.

Carluxo procurou um funcionário da livraria e perguntou: “Desde quando vocês dão aula de comunismo aqui?”.

O funcionário explicou que não era aula de comunismo, mas uma etapa de um ciclo de estudos sobre as grandes revoluções da história.

Insatisfeito, o filho do presidente Jair Bolsonaro circulou, contou o número de presentes, e dirigiu-se ao segurança da livraria, achando que teria mais empatia.

Perguntou a ele mais uma vez sobre a aula de comunismo. O segurança, educado, respondeu: “Não se trata de aula de comunismo, senhor, mas de um debate sobre revoluções”.

O colunista, no final da nota, ainda pergunta: “Aliás, o que será que Carluxo estava fazendo numa livraria?”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum