Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de junho de 2019, 07h44

Cármen Lúcia sinaliza que pode mudar seu voto em processo de Lula

Defesa do ex-presidente acha que alegação de suspeição de Moro avançou no Supremo e está mais otimista com votação de agosto

Cármen Lúcia (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Apesar da decisão desfavorável, existe uma mudança de cenário na corte, com respeito ao caso da suspeição do ministro e ex-juiz Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá. Ao menos é o que acredita a equipe responsável pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que manifestou tais impressões ao sair do edifício do STF (Supremo Tribunal Federal), nesta terça-feira (25).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Os advogados entenderam que a maioria dos ministros da Segunda Turma deu sinais de que há dúvidas sobre a imparcialidade do ex-juiz Sergio Moro, e o principal indício para tal avaliação é a postura da ministra Cármen Lúcia, especialmente nos minutos finais da sessão, quando falou em uma “mudança de quadro, dada a gravidade do que vem se apresentando no sentido de eventual parcialidade” – referência clara às mensagens reveladas pelo portal The Intercept.

Para a defesa, a ministra teria dado pistas sobre uma possível reversão do seu voto, caso a sequência da série de reportagens deixe mais explícito o conluio entre o juiz Moro e os procuradores de Operação Lava-Jato. Durante a apresentação do seu voto, ela afirmou que “é bom lembrar que, mesmo o ministro relator (Edson Fachin) e eu, que já votei no mérito o acompanhando inicialmente, estamos abertos, ou pelo menos eu estou aberta, porque o julgamento não acabou, e o acervo que pode ser trazido ainda com comprovações posteriores não impede o uso de instrumentos constitucionais e processuais para a garantia dos direitos do paciente (Lula)”.

Os correligionários de Lula também tiveram a sensação de que o resultado desta semana não foi tão ruim quanto parece, e que a tese da defesa conquistou algum espaço entre os magistrados, e mantém a expectativa de que os prováveis novas revelações da série de reportagens Vaza Jato, do portal The Intercept, podem levar a cenários cada vez mais favoráveis ao petista.

A defesa afirma que não apresentará novos pedidos à corte, e que apostará na retomada do julgamento da suspeição de Moro, esperando que ele aconteça nos primeiros dias de agosto, após o recesso do Judiciário.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum